sexta-feira, 27 de setembro de 2013

24 Horas em Colonia

E ai que essa semana rolou uma viagenzinha vapt-vupt pra Colonia, minha e do meu Pokbunny, que pode ser a cara do pai, mas por dentro é uma cópia fiel da mamãezinha viajante aqui. (momento mãe corujona!).

Na Terça-feira de manhã o Károly viajou pra Inglaterra a trabalho, e aiiii pra me livar de DUAS noites de insonia na casa vazia (sim, eu AINDA sofro desse mal. Valeu galera pela cama compartilhada que me fez virar essa pata choca que não sabe ficar sozinha em casa!) eu marquei a trip pra Colonia.

Essa viagem faz parte de um projeto que estou trabalhando (dia desses eu conto mais sobre o assunto) então resolvi juntar o úitl ao agradável e lá fomos nós.

Fomos de trem na Quarta-feira e voltamos na Quinta, foi meio corrido, cansativo, mas se vocês perguntarem pro Pok se ele quer ir amanhã de novo com certeza ele dirá que sim.
Com ele não tem tempo ruim, falou em viajar ele já ta de mala pronta, um companheiro e tanto.

Como eu já conhecia Colonia a coisa ficou mais fácil, consegui um albergue bacana, fiz um roteirinho curto e tentei aproveitar o máximo.



Um pouquinho de Colonia
Claro que colocamos nosso cadeado na "ponte do amor" haha
A Catedral MARAVILHOSA!
Pok fazendo farra no trem
E pela cidade tambem!
A cidade

Colonia é uma cidade pequena, o centro é o coração da cidade total, muitas lojas, restaurantes, cervejarias e lojinhas de lembrancinhas.

Quase todos os pontos turisticos são bem próximos, dá pra conhecer quase tudo a pé mesmo e para quando a preguiça bater ou quiser ir para os lugares mais distantes é fácil conseguir transporte, se não quiser usar o trenzinho (6 euros adulto, 3.50 crianca) ou um daqueles onibus turisticos, dá pra ir de U-bahn (bonde), onibus ou S-bahn (metro).
O trajeto curto do U-bahn custa 1.90, mas por 9 euros da pra comprar um passe de transporte pra 24 horas, apenas fique atento porque na real acaba as 6:00 da manhã, vale a pena se por exemplo vc comprar as 8 da manhã e ficar pipocando de onibus ou U-bahn o dia todo. Soube disso no albergue, eu ia comprar o passe e a moça falou que não valia a pena.

Com o trenzinho e o onibus dá pra comprar um pacote que inclui outras atrações, pro trenzinho e passeio de bondinho (tipo aquele do Rio de Janeiro) custa 15 euros pra um adulto e uma criança ida e volta.

O trenzinho e o onibus saem da pracinha que fica bem frente a entrada principal da catedral, a central de informações também fica ali. Lá dá pra comprar ticketes pra outras atrações como o Zoologico, Museu do Chocolate e afins.

Agora uma coisa chata, me espantei com a quantidade de mendigos, pedintes e artistas de rua, especialmente na praça central, meu Deus, era um a cada 50 metros. Tinha zilhões de estatuas vivas, palhaços, Mickey, Minie e uns monstrinhos. A entrada da catedral tava mais fedida do que as escadarias da Sé e olha, pode parecer mesquinho, mas não acho que deveria ser permitido os mendigos ficarem sentados justo ali, além de atrapalhar a passagem, ainda deixam tudo sujo e fedido. (vamos lá, me atirem pedras!)

Recomendo cuidado dobrado com bolsas, mochilas, cameras. 

Tinha também um montão de excurssões de Brasileiros, Pok fez a festa com um grupo da terceira idade. Uns queridos!

Hospedagem

Como qualquer outra cidade no mundo tem hotel e albergue pra todos os bolsos, PORÉM com criança eu suuuuuper recomendo ficar no centro, mas ali, no burburinho mesmo sem depender de longas caminhadas ou transporte, pode ser um pouco mais caro mas vale a pena.

Eu peguei um albergue que em teoria era 20 minutos caminhando até a Catedral, no entanto aquele trecho que vc faz rapidinho sozinha acaba sendo um pouco mais demorado quando tem carrinho pra empurrar e mesmo usando o tranporte público nãe era assim tãooooo facinho.

Isso comprometeu um pouco nossos passeios e encurtou nosso tempo, acabamos ficando apenas no centro e não rolou o passeio no bondinho. Pelo menos tivemos tempo de passear por ali, colocar nosso cadeadinho na ponte e andar no trenzinho que circula pela cidade. No caminho de volta pra estação Pok até encontrou o Mickey na frente de catedral hahahhaha 

O albergue apesar de ter sido longinho foi bacana, ficamos em quarto individual com banheiro, TV, WIFI. A cama era grande mas o quarto era bem pequenininho. Por 33 euros eu achei excelente. =)
O café da manhã custou 5.90, não tinha nada de extraordinário, mas era bem servido.

Transporte

Eu ADORO trem, o ICE então, é meu favorito. É confortável, rapido e bem silencioso, a viagem de Amsterdam pra Colonia dura pouco mais de duas horas e meia.
Menores de 4 anos não pagam e se não houver lugar vão no cólo ouuu podem ir pra cabine especial para bebês e crianças pequenas.

Essa cabine fica ao lado do vagão restaurante, tem um bom espaço pra acomodar o carrinho, uma mesa e apesar das poltronas não serem confortáveis como as poltronas normais, é uma excelente opção pra quem quer mais privacidade.
O acesso a essa cabine é livre, as poltronas não são marcadas, você não precisa de reserva, um pouco de sorte talvez, já que não dá colocar mais de 3 carrinhos ali.

Eu e o Pok não ficamos nela porque havia bastante lugar fora e o carrinho eu pude deixar no hall de entrada, mas fica ai a dica para as mamães viajantes. =)

Esse site também tem dicas ótimas para viagens de ICE - http://stevenglassman.de/2013/03/18/ice-ice-baby/

Estacionadinho

Apesar dos pesares, mais uma vez valeu a pena visitar a cidade, mais uma vez me emocinei e fiquei com os olhos boiando em lágrimas dentro da catedral, chegamos bem na hora em que os sinos estavam tocando e meu menino ficou encantado quando viu aquela obra tão imponente e grandiosa.
Por conta de uma missa não pudemos circular la dentro, mas só de ver a celebração eu fiquei toda arrepiada. O filhote calminho ouvia o coral e admirava os vitrais numa paz sem fim (só de lembrar eu quase choro hahah).

Meu companheirinho


Respeito quem acha divertido viajar sozinha ou viajar com o marido e largar a cria pra trás. Porém, eu já passei dessa fase e acho que só vou voltar a curtir isso de novo depois que essa criaturinha ai tiver com sua mochila nas costas e desencanar de nos acompanhar, porque enquanto ele quiser viajar comigo eu o levarei junto.

Viajar é uma paixão que eu sempre tive e compartilha-la com quem eu amo deixa tudo ainda mais feliz. =)
Não é fácil levar criança, mas depois que a gente aprende acaba tirando de letra. Pok tá numa fase maravilhosa de encantamento e curtição, não vejo a hora de cair na estrada com ele novamente.

Dormindo no colo, como nos velhos tempos.



Beijocas, um bom final de semana e até a próxima.


PS: Quando entrei no trem sozinha com meu menino foi impossível não lembrar da minha mãe, ela sempre foi assim comigo, sempre me levou pra tudo quanto é canto, sempre me incentivou a viajar, passear, conhecer o mundo. Plantou a sementinha do viajante no meu coração e regou direitinho, agora chegou minha vez de passar adiante. =)

4 comentários:

Sandra Hellen Kautto disse...

Que delicia de viagem!!! Eu viajei 1x com o Elias de trem, apesar de ser bem cansativo, empurrar carrinho, carregar mala, foi super traquilo e ele curtiu de montão. Quero fazer mais, estou planejando pra fazer umas viagens curtinhas com ele.
adorei a cidade, parece ser bem aconchegante!!!
bjus p vcs!!

Eliana disse...

Oi Ingrid, tava aqui sentindo sua falta...ehhh delícia hein passeando só com seu filhotinho...acho bonito criar este laço de companheirismo. Pois é, acredita que eu nunca fui em Colônia? E estou mais perto do que vc hahahahah é mais fácil a gente ir pra lugar mais longe do que perto. Já fui até pelos arredores mas nunca em Colônia rs Vc cortou o cabelo, né? Ficou lindona!!!! Bom fim de semana pra vcs também.

Ingrid Gomes disse...

Ahhh Sandra leva ele sim, tenho certeza que vão curtir muito, e sim, é sempre bom começar pela vizinhança. =)
Colonia realmente é uma cidade linda, vale a visita.

Beijocas

Ingrid Gomes disse...

Ahhh Eliana, tem que aproveitar, não é mesmo? Senão daqui a pouco ele cresce, vai tocar a vida dele e eu vou ficar cheia de remorso por não ter aproveitado! kkkkk

Com a minha mãe eu tenho esse mesmo companheirismo, acho realmente bacana e por isso invisto, vamos ver oque o futuro nos reserva.

Querida, quando tiver um tempinho vai sim pra Colonia, é muito lindo!
No final de novembro começa o mercado de NAtal, super famoso, a cidade fica lotada mas dizem que é maravilhoso.
Eu nunca fui, mas tenho pensado sobre o assunto.

Beijão

PS: Tosei o cabelo no mes passado, quando tivemos aquela semana super quente, não aguentei e mandei cortar curtinho kkkk